Concurso PM Piauí 2017 – Secretário de Segurança confirma

0
1213
apostila-policia-militar-do-piaui
ESTUDE JÁ! Apostila PM-PI

Concurso da Polícia Militar do Piauí está cada vez mais próximo! Depois do comandante Geral da PM do Piauí, Coronel Carlos Augusto, divulgar na TV Cidade Verde que encaminhou pedido de 400 vagas para 2017, agora foi a vez do secretário de Segurança Fábio Abreu confirmar o planejamento para a realização de um concurso público com 400 vagas na Polícia Militar do Piauí.

Último Concurso da PM do Piauí

O último edital para concurso da Polícia Militar do Piauí ocorreu em outubro de 2013, portanto já se vão 3 anos. Naquele concurso foram ofertadas inicialmente 400 vagas para soldados e 30 vagas oficial, sendo cargos de nível médio e superior respectivamente. O edital previa ainda idade entre 18 e 30 anos para Soldado e 21 a 30 anos para Oficial.

Texto do Jornal Meio Norte

Com a demanda da sociedade piauiense e o esforço governista em diminuir a criminalidade no Estado, o secretário de Segurança Fábio Abreu (PTB) confirmou nesta quarta-feira, 16 de novembro, o planejamento para a realização de um concurso público com 400 vagas na Polícia Militar do Piauí. A ação ainda dependerá da análise financeira para o próximo ano, no entanto, o líder da pasta indicou para a confecção da proposta do certame. “Só os trâmites de elaboração do edital”, indicou. A realização do concurso, no entanto, dependerá da anuência do governador Wellington Dias (PT), principalmente no que tange a situação orçamentária do Estado em 2017.
Mediante o indicativo é importante lembrar que o Executivo não reduziu a projeção de recursos para a Segurança na proposta orçamentária do próximo ano. Elevada como prioridade, a pasta elevou as despesas com o setor no Estado apresentaram um crescimento de 287% no último ano, em comparação com 2014, segundo o Anuário da Segurança Pública.
apostila-policia-militar-do-piauiApesar da crise econômica, o Piauí vem obtendo avanços importantes no setor, em tal âmbito, obtendo redução na taxa de homicídios, que chegou a 11%. Com o esforço em contratar novos agentes, a Secretaria mostra o compromisso com o desenvolvimento do setor em todos os municípios, coibindo a ocorrência de ações criminosas. “Assim que assumimos, procuramos estruturar as instituições de segurança. Nosso recursos foram gastos de forma prioritária em reformas das unidades. Investimos também em compra de armas, equipamentos e treinamentos. Queremos dar as melhores condições para nossos policiais. Sabemos que ainda há muito a ser feito, mas o importante é que já iniciamos e estamos avançando”, afirmou Fábio Abreu.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA